A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe está valendo em todo território nacional

0
74
VACINAÇÃO GRIPE IDOSOS - Imagem da Internet

Há três dias (desde 23/04) a “Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe” começou em toda rede pública de saúde do Brasil. A vacina contra gripe é segura e salva vidas. Previne contra os vírus H3N2, Influenza B e H1N1 que acometam várias pessoas anualmente. De acordo com as pesquisas realizadas, a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, 39% a 75% a mortalidade global e cerca de 50% das doenças relacionadas à influenza.

De acordo com o Ministério da Saúde a intenção é vacinar 54 milhões de pessoas até 01 de junho, quando a campanha chega ao fim. São 15 dias para garantir a proteção contra a gripe, por isso o aconselhado é não deixar para última hora.

A vacina será distribuída gratuitamente para este grupo considerado prioritário:

  • Pessoas a partir de 60 anos;
  • Crianças de seis meses a menores de cinco anos;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Professores das redes pública e privada;
  • Povos indígenas;
  • Gestantes;
  • Mulheres até 45 dias após o parto. Elas terão que apresentar comprovação da condição clínica (certidão de nascimento da criança, declaração de nascido vivo ou carteira de vacinação do bebê);
  • Presos ou jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas;
  • Os funcionários do sistema prisional;
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, como asma, diabetes, cardiopatias (hipertensão arterial leve não se enquadra nesse caso), insuficiência renal ou enfisema. Outras condições clínicas especiais também devem se vacinar, como pacientes com HIV ou doenças autoimunes. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação;
  • Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Após a aplicação da vacina podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento do local. Estes efeitos costumam passar em 48 horas. A vacina é contra indicada a pessoas que tem alergia a ovo.

Vacinação em Lagoa Santa

Nas redes sociais a Prefeitura de Lagoa Santa divulgou como será o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do munícipio. Nos dias úteis (segunda a sexta-feira) as unidades seguirão os seguintes horários:

UBS Campinho: 8h às 12h e 13h às 15h30
UBS Moradas da Lapinha: 8h às 12h e 13h às 15h30
Policlínica Centro Oeste: 8h00 às 12h e 13h às16h30
UBS Palmital: 8h às 12h e 13h às15h30
UBS Recanto do Poeta: 8h às 12h30
UBS Aeronautas: 8h às 12h30 (segunda, quarta e sexta-feira)

É necessário levar o cartão de vacinas e um documento de identidade.