É possível remover tatuagens com segurança?

0
8
Foto: Divulgação

Optar por fazer uma tatuagem é uma grande decisão. Afinal, será algo para carregar por toda a vida. Se arrepender de um desenho definitivo no corpo é mais comum do que se imagina, pois nem sempre o resultado final é o esperado. Em alguns casos, o arrependimento pode vir logo após o procedimento. De acordo com uma pesquisa realizada no Reino Unido, uma entre cada três pessoas se arrependem de fazer uma tatuagem.

A boa notícia para quem passa por essa situação é que existem procedimentos eficazes que podem eliminar os desenhos definitivos do corpo. Joana Barbosa, dermatologista e membra da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), explica que o procedimento consiste em um pigmento exógeno aplicado nas camadas mais profundas da pele, conhecida como derme. Por esse motivo, retirá-la exige procedimentos e técnicas um pouco mais demoradas e cuidadosas.

A especialista esclarece que a técnica mais indicada e eficaz hoje em dia é o laser. O procedimento, além de ser mais seguro, não é invasivo, o que permite preservar a pele normal do paciente. “Para cada tipo de desenho é indicado uma variedade de laser no tratamento. Os mais comuns são os lasers conhecidos como Nd-YAG (Spectra), Laser de Ruby, Alexandrite e o Dye Laser”, citou Joana.

Resultados

O número de sessões necessárias para realizar o procedimento, o nível da dor e o grau de dificuldade para retirar a tatuagem depende de diversos fatores como, por exemplo, o tipo de pigmento utilizado, a profundidade em que a tinta foi aplicada, entre outros. A dermatologista destaca que infelizmente o processo de remoção é doloroso e o paciente deve ser anestesiado antes de cada sessão, além disso, os custos também podem ser altos.

Ela acrescenta que, geralmente, as sessões duram entre 10 a 30 minutos e devem ser realizadas num intervalo mínimo de 30 a 45 dias para permitir que o organismo se adapte e remova a quantidade máxima do pigmento utilizado. Na maioria dos casos, os resultados são satisfatórios e é possível notar a pele como era antes. Porém, Joana destaca a importância de realizar a técnica em local adequado e com especialista habilitado.

Ficou interessado no assunto? Acesse o site: www.drajoanabarbosa.com