Lagoa Santa envolvida em polêmica com vereador da cidade de Araxá

0
199
Foto Diário de Araxá

Duas cidades mineiras e uma disputa! O vereador Luiz Carlos Bittencourt em reunião da Câmara Municipal de Araxá, realizada no dia 17 de outubro, lançou campanha contra a possibilidade de transferência da Fábrica de ímãs de terras-raras do Brasil para Lagoa Santa.

A cidade de Araxá, que fica localizada no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, foi cogitada, em janeiro deste ano, para ter o primeiro laboratório-fábrica de ímãs de terras-raras, do Brasil.

Uma notícia publicada no portal Diário de Araxá, informou que o vereador Luiz Carlos demonstrou a insatisfação com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e ainda apresentou dados que comprovariam que a estatal faturou mais de 10 bilhões através das riquezas minerais de Araxá e não cumpriu com o que foi prometido pelo diretor/presidente Marco Antônio Castello Branco.  “Não é justo levarem nossas riquezas minerais para gerar empregos em outros municípios, a fábrica de superímãs tem que ser construída em Araxá. Queremos os 5 mil empregos aqui e vamos lutar para que isso aconteça.”, justificou.

A Codemig divulgou nota de esclarecimento dizendo que “o empreendimento a ser instalado em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, é o laboratório-fábrica propriamente dito, que possui caráter experimental (…) serão realizados estudos de viabilidade técnica, econômica, comercial e ambiental de uma unidade industrial de grande porte de ligas e ímãs permanentes de terras-raras a ser erguida em Minas Gerais, buscando resoluções para as questões de rentabilidade, de modo a alinhar as escolhas técnicas às demandas e aplicações de maior impacto para o mercado de ímãs de terras-raras no Brasil”.

Quanto à perspectiva de geração de empregos a partir do laboratório-fábrica, a Codemig esclarece que a projeção de 5.600 vagas de emprego (diretas e indiretas). Na verdade o laboratório-fábrica deve empregar, diretamente, cerca de 50 pessoas no período de cinco anos. Ainda de acordo com a nota a Codemig investiu, até o momento, R$ 3 milhões, referentes ao serviço de elaboração do Plano de Negócio e do Projeto Executivo do laboratório-fábrica.

Leia o texto da campanha contra a transferência da fábrica para Lagoa Santa

O documento foi disponibilizado em um link (no portal do jornal) e direcionado ao governador Fernando Pimentel e moradores de Araxá. “CODEMIG quer construir a Fábrica de Super Ímã que vai gerar mais de 5 mil empregos em Lagoa Santa/MG. Sua assinatura pode fazer a diferença. Não é justo levarem nossas riquezas minerais para gerar empregos em outro município. Nós, araxaenses, exigimos que a CODEMIG instale esta fábrica aqui em Araxá.
Assine conosco essa causa! Conto com seu apoio – Vereador Luiz Carlos (PODEMOS)”.